Cachoeira

Cachoeira.jpg

Cachoeira foi tombada pelo Instituto do Patrimônio e Histórico Artístico Nacional, em 1971, e passou a ser considerada Monumento Nacional. Depois de Salvador, é a cidade baiana que reúne o mais importante acervo arquitetônico no estilo barroco. As casas, igrejas, prédios históricos, dentre outras construções, preservam a imagem do Brasil Império – tempo em que o comércio e a fertilidade do solo fizeram de Cachoeira a vila mais rica, populosa e uma das mais importantes do Brasil, nos séculos XVII e XVIII.

Durante o século XIX, Cachoeira projetou-se na história política do país. As lutas contra a canhoneira portuguesa, a proclamação do príncipe D. Pedro I como Regente, o bombardeio e a resistência (quando surgiu a heroína Maria Quitéria), são fatos que, ainda hoje, enchem de orgulho a população local. Durante a Guerra do Paraguai, a enfermeira cachoeirense Ana Nery alistou-se no exército brasileiro e foi de grande importância no auxílio às tropas. As histórias de glória são tantas que, no tempo do Império, a vila foi congratulada com o título de “Heróica”. No início do século XX, Cachoeira ainda mostrava grande estabilidade econômica. Nessa época, com a fábrica de charutos Dannemann e Suerdieck ainda em atividade, a cidade virou centro de referência na produção fumageira. Hoje, restam as construções grandiosas dos anos áureos, pedida certa para os fãs do turismo histórico.


Atrações

Outras Informações

  • Características
  • Artesanato
  • Gastronomia
  • Manifestações Culturais
  • Telefones Úteis
  • Como Chegar

Roteiros


Bahia.com.br
Copyleft 2014