Jacobina

Jacobina.jpg

Da linguagem indígena "Campo vasto", Jacobina se abre em meio a grandes paredões, serras auríferas e grutas, em meio às águas límpidas dos lagos, rios e variadas cachoeiras. Rico também é o patrimônio histórico e cultural desta que é a "Cidade do Ouro"; herança dos tempos de exploração das minas, que atraíam os bandeirantes paulistas no início do século XVII.

Reduto de contemplação da natureza, é também rota certa para os fãs de esportes radicais. Rapel, treking, e biking são algumas das opções. Mas nem só de aventura vive a cidade. A noite de Jacobina tem agito garantido nas boates, bares e restaurantes, onde também se pode degustar a culinária regional – destaque para os famosos doces de marmelo, goiaba e banana.

O Mercado Municipal de Jacobina é o reduto do mais autêntico artesanato do sertão baiano, com trabalhos em couro, sisal, barro e cerâmica. Na Feira Livre, o destaque fica por conta da variedade de frutas da região e diversos objetos da cultura popular, além de ervas milagrosas, defumados e roupas, dentre outras miudezas. Situada na região noroeste da Bahia, no extremo norte da Chapada Diamantina, Jacobina fica a 330 km de Salvador. Reza a lenda que a cidade foi palco do amor dos índios Jacob e Bina, daí o seu nome.
 


Atrações

Outras Informações

  • Características
  • Artesanato
  • Gastronomia
  • Manifestações Culturais
  • Telefones Úteis
  • Como Chegar

Roteiros


Bahia.com.br
Copyleft 2014