Luís Eduardo Magalhães

O município de Luís Eduardo Magalhães era antes um pequeno povoado denominado Mimoso do Oeste, que passou em 03/12/1987 a ser distrito de Barreiras, através da Lei n° 395/1997. Em 17/11/1998, passou a denominação atual em decorrência de um projeto elaborado pela então deputada Estadual Jusmari de Oliveira, que transformou o distrito no município, de Luís Eduardo Magalhães, nome do deputado falecido, filho do senador da República, Antônio Carlos Magalhães, em 30 de março de 2000, pela Lei 7619/00.

Atualmente o município conta com uma população estimada em 50 mil habitantes, constituída principalmente por imigrantes do sul do país e por nativos, que aos poucos perdem suas carcteristícas próprias, tanto na maneira de se comportar e falar como na alimentação, isto se dá pela grande mistura de raças e por absorver os costumes sulistas. Sua população é muito religiosa, possuindo a cidade duas Paróquias Católicas e mais de quarenta Templos Evangélicos, estima-se que mais de quarenta por cento da população sejam evangélicos.

Possui a décima economia do estado da Bahia, sua região é responsável por 60% (sessenta por cento) da produção de grãos do estado, sua renda per capita é uma das maiores do interior do nordeste. Seu parque industrial é composto por empresas líderes em seus segmentos, inclusive quase vinte multinacionais. Aqui vale colocar um parênteses, para citar empresas pioneiras, que se instalaram aqui por esforço pessoal do Sr. Arnaldo Horácio Ferreira, entre elas pode-se citar a Cooperativa Agrícola de Cotia, na época a maior cooperativa do Brasil, a Ceval, indústria de esmagamento de soja, mais tarde incorporada pela Bünge Alimentos, sendo hoje esta unidade a maior esmagadora de soja de toda a América Latina, e também uma grande cooperativa regional, a Cooperativa do Oeste de Minas Gerais. Sua agricultura é pujante, diversificada e de grande produtividade, possuindo grandes áreas irrigadas. Sua pecuária é de alta qualidade tanto na área genética como tecnológica. Neste ano de 2007, entrará em funcionamento um grande e moderno frigorífico de aves, paralelamente estará funcionando uma fábrica de ração para sustentar os produtores integrados de mais de um milhão de aves por mês, transformando-se assim o município num dos maiores produtores de aves da Bahia, se não o maior.

O município é um dos cinco do Brasil que sediam um dos maiores eventos de equipamentos de alta tecnologia destinados ao agronegócio, a AGRISHOW, que teve a sua primeira edição na cidade de Ribeirão Preto, e conta entre outras com a de Rondonópolis (MT) e Cascavel (Pr). Sua rede de hotéis é diversificada e suficiente, indo dos mais simples até o de categoria internacional. Seu comércio é suficiente para atender toda a demanda de seus habitantes, tanto na área de alimentos como produtos e imprementos agropecuários, construção civíl etc. Na área habitacional de médio e alto padrão, a cidade conta com grandes investimentos, tanto na construção de edifícios residencias de seis, oito, dez ou mais andares (mais de quinze em construção), bem como em condomínios horizontais de altíssimo padrão, inclusive com campo de golfe e pista de pouso para aeronaves de seus moradores.


Atrações

Outras Informações

  • Características
  • Artesanato
  • Telefones Úteis
  • Como Chegar
Bahia.com.br
Copyleft 2014