Rio do Pires

Por volta de 1900, em um local denominado Fazenda Pires, à margem direita do Rio do Pires, iniciou-se o povoamento desse território. Garimpeiros e familiares despertaram interesse em aglomerar-se em terras férteis e devolutas existentes nesse pequeno povoado, que se desenvolveu rapidamente com a expansão da lavoura e a criação de gado, atraindo moradores de outros municípios.

Em 1927, foram iniciadas a feira livre e a construção da capela de Senhor do Bonfim. Em decorrência de seu crescimento físico, o povoado foi elevado à categoria de Distrito de Rio do Pires em 1953, e, em 17/11/1961, foi emancipado, nascendo assim, o município que leva o mesmo nome do rio. Seus nativos são chamados de riopirenses.

Seu atrativo turístico é a região serrana, a aproximadamente 35 km da sede, onde se encontra o maior pico do nordeste, o Pico dos Barbados com mais de 2 mil metros de altitude. Distante uns 10 km da sede, o sitio turístico de São Félix é um local cheio de tradições, com mais de um século de história, onde acontece uma festa dançante em homenagem a São Félix, e onde também se encontra a cachoeira de São Félix, com mais de 18 metros de altitude.

O município integra a Área de Proteção Ambiental da Serra do Barbado, uma região de natureza serrana onde sobressai a Serra do Barbado, ponto culminante da Bahia com elevação de 2.033 metros de altitude. Rio do Pires fica a 750 km de Salvador – centro-sul da Bahia, a 500 m de altitude e faz limite com os municípios de Abaíra, Piatã, Caturama, Ibipitanga e Macaúbas.

 


Atrações

Outras Informações

  • Características
  • Telefones Úteis
  • Como Chegar
Bahia.com.br
Copyleft 2014