Carnaval

carnaval.jpg

“Ah! Imagina só, que loucura essa mistura. Alegria, alegria é o estado, que chamamos Bahia. De todos os santos, encantos e axé. Sagrado e profano, o baiano é: carnaval…”. Hino maior do carnaval da Bahia, a música “Chame gente”, de Morais Moreira, resume com perfeição; não apenas o espírito democrático, as belezas e a alegria incomparável da cidade de Salvador, mas principalmente, o frenesi sentido aqui em todos meses de fevereiro, durante a maior festa popular a céu aberto do planeta.

Da singela “fubica” de Dodô e Osmar, até os trios elétricos colossais de hoje, o carnaval ganhou status, infra-estrutura, novos artistas, e acabou por conquistar definitivamente, os milhões de corações que aqui já brincaram. Dentro dos blocos de trio, na “pipoca” em meio à multidão, ou sobre os recém criados e super-luxuosos camarotes, o folião aqui viverá experiências transcendentais, que elevarão a sua adrenalina e contentamento a um limite nunca antes atingido. Nos seis dias de uma festa praticamente ininterrupta, os grandes nomes de nossa musica estarão todos reunidos nos 26km de ruas e avenidas da cidade, à bordo de seus trios e envolvidos por seus blocos, acionando as engrenagens, desta imensa fabrica de sonhos.

No interior do estado, estão as opções mais tranqüilas, e não menos interessantes, como o “Carnaoeste” , que acontece na cidade de Barreiras; o carnaval da paradisíaca Canavieiras, no sul do estado e a “folia roots”, em Palmeiras, no coração da Chapada Diamantina. Por fim, o destaque fica por conta da festança de Porto Seguro, que começa uma semana após o calendário oficial, para fazer renascer a euforia, silenciada pela ressaca da capital.

Bahia.com.br
Copyleft 2014